Metalmatrix

Notícias

Indústria Nacional sustenta empregos e aposta na recuperação para segundo semestre.

08 de Set de 2020

A pandemia do Coronavírus impactou todos os setores da sociedade em escala mundial. Previsto como um ano de recuperação e crescimento, 2020 ficou aquém das expectativas econômicas. Se no fim de 2019 o objetivo era crescer, ao longo deste ano, a missão se transformou em reduzir os impactos gerados pela crise e manter os trabalhadores em seus postos de trabalho.


No aspecto de assegurar vagas, a Indústria Nacional pode ensaiar uma boa comemoração: uma pesquisa feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), aponta que 66% empresas não demitiram em função da pandemia. Já entre os empresários que reduziram os cargos, 78% acreditam que se trata de uma medida temporária, embora 86% afirmem que haverá redução de receita no setor como um todo em 2020.


Indústria liderou a geração de empregos no fim do 1° semestre


Ao encontro da pesquisa feita pela CNI, dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), se mostram ainda mais positivos no que se refere aos postos de trabalho. O estudo demostrou que tanto o Brasil quanto o Rio Grande do Sul, estão ganhando fôlego na retomada dos impactos gerados pela pandemia. A pesquisa aponta melhoria no fim do 1° semestre. 


Depois de um período de quatro meses de recessão, julho registrou uma melhoria com saldo positivo na criação de empregos - ocorreram 1.043.650 admissões e 912.640 desligamentos no período no país.


À frente da recuperação da economia brasileira, a indústria liderou a geração de empregos, com saldo de 53.590 vagas em julho. Na sequência, vieram os setores de construção, com 41.986, e comércio, que registrou 28.383.


Confiança também cresce entre os empresários


Em agosto, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) cresceu em 28 dos 30 setores da indústria considerados na pesquisa. O que significa que os empresários de todos os setores industriais estão mais confiantes, mesmo diante da onda de pessimismo provocada pela disseminação do Coronavírus.


O ICEI alcançou 57 pontos em agosto, após alta de 9,4 pontos em relação a julho. Vale explicar que o ICEI varia de 0 a 100 pontos – os valores acima de 50 pontos indicam confiança do empresário. Valores abaixo de 50 pontos indicam falta de confiança do setor.


Portanto, entende-se que os dados pesquisados trazem esperança ao setor da indústria nacional no segundo semestre de 2020, além de demonstrar que as empresas estão preocupadas em manter os trabalhadores nos seus postos de trabalho.


A Metalmatrix também acredita que a valorização dos trabalhadores impacta a economia de um país como um todo – mais pessoas trabalhando significa maior autoestima e confiança, mais consumo, mais dinheiro circulando, entre outros aspectos superpositivos. Agora, mais do que nunca, é hora de valorizarmos o que é nosso: a indústria nacional.


Conheça mais sobre nós e sobre nossos produtos clicando aqui

Conheça

nosso canal no youtube

Clique aqui e acesse agora
{

Confira nossos

representantes

espalhados
por todo o Brasil