Metalmatrix

Notícias

As construções mais perigosas do mundo

28 de Mai de 2019

Realizar uma construção não é um processo fácil. Prédios, empresas, casas, seja construção ou reforma. Só se sabe que o que parece crescer tão rápido ao longo dos dias requer muito planejamento e estudo para que sua execução esteja em perfeito estado. Além de contratar profissionais de qualidade, que entendam sobre o assunto, é imprescindível adquirir os melhores materiais existentes no mercado para que a construção fique sem nenhum defeito, garantindo segurança aos moradores e/ou pessoas que passam pelo local ou perto dele.

Mas nem todas as construções do mundo são ou eram, na época em que foram realizadas, pensadas para serem seguras. Até porque todos sabemos que só o visual de um prédio ou de uma casa não trazem segurança para a vida de ninguém, nem para os construtores, nem para a população e muito menos para uma cidade que abriga milhares de pessoas e outras construções. Por isso, uma construção precisa de profissionais adequados e materiais de qualidade para que esteja de acordo com as regras de segurança de uma cidade, por exemplo.

Há muitas construções perigosas existentes, seja um prédio, uma casa, uma indústria e até mesmo um estabelecimento. E há vários sinais que nos mostram se elas são perigosas ou não: sua altura inadequada ou não, materiais mal utilizados ou de má qualidade, espaços que aparentam ser perigosos, como terrenos, e até mesmo o mal planejamento por parte dos construtores. Um exemplo disso são as pontes, afinal, é preciso que sua estrutura tenha uma largura adequada, uma idade da construção razoável e o uso de materiais ideais para que a construção em si esteja em perfeitas condições de uso. Para exemplificar melhor, listamos algumas construções de fato perigosas por algum fator ou outro, como os citados anteriormente. Confira:

Marienbrucke: é a ponte mais perigosa do mundo. Localizada na Alemanha, ela foi construída para ligar dois penhascos perto dos Alpes bávaros. Só uma caminhada nela pode fazer você nunca mais querer acessar uma ponte. Por quê? Ela demonstra não ter uma estrutura planejada para o local onde está inserida. Obviamente o erro do não planejamento da ponte para os dois penhascos interferiu na segurança da mesma.

Ponte sobre o rio Vitim (Sibéria):  feita de madeira, ela não está em boa condição. É larga o suficiente apenas para um carro, mas tem 570 metros, por isso são precisos 3 minutos para atravessá-la. Como a ponte está na Sibéria russa, a região torna-se fria a maior parte do ano, com temperaturas muito abaixo de zero. A ponte se transforma em um pingente, sem nenhuma tração. Ainda assim os locais a usam, por ser a única forma de cruzar o rio. Por ser um local de difícil acesso e de altura bem elevada, 15m, a estrutura criada não foi realizada de maneira correta e muito menos com os materiais adequados para a obra.

Por outro lado, também existem construções aparentemente perigosas, mas feitas com a qualidade necessária para garantir a segurança de todos e da construção em si. Por exemplo:

Torre de brinquedo: em Guangdong, na China, o prédio da companhia Nan Fung Group foi apelidado de “torre de blocos de brinquedo”, devido ao seu formato bizarro. A torre custou cerca de US$ 817 milhões para ser construída e possui 18 andares. Os blocos “caindo de um lado para o outro” foram estruturalmente pensados, garantidos por construtores que criaram uma infraestrutura capaz de aguentar este modelo de construção. É claro que os materiais utilizados são de extrema qualidade. 

Piscina infinita: no hotel Marina Bay Sands, em Cingapura, existe uma piscina chamada de "borda infinita", pois sua lateral termina em queda d'água, no topo do edifício. A borda infinita e com uma altura elevada, já que fica no alto do hotel, pode dar medo. Mas a sua altura não traz nenhum risco para as pessoas que passam pelo local e nem para a cidade, uma vez que o hotel “suporta” esse tipo de construção, sendo totalmente planejado para isso.

Casas 'empilhadas': o prédio do Inntel Hotel, na Holanda, mede 40 metros de altura e mais parece um grupo de casas empilhadas. O hotel de 11 andares dá a possibilidade de enxergarmos, por fora, 70 casas unidas. A sua altura e as casas amontoadas são propositais, uma vez que o local quer chamar atenção. Entretanto, foi planejado exatamente para isso, e por mais que tenha um visual “montante de casas”, o hotel foi pensado e planejado para ser seguro.

Os riscos de apostar em materiais inadequados

Realizar construções sem os devidos materiais, ou melhor, sem materiais que demonstram qualidade em aplicações, pode custar mais caro do que você imagina. Desabamento, infiltrações, rachaduras. Tudo isso e muito mais pode ser o resultado. 

Um exemplo disso é o viaduto ferroviário de São Torquato, em Vila Velha, que, em sua estrutura, onde há fissuras, recebeu abraçadeiras plásticas e fitas para conter os problemas. Uma situação extremamente perigosa, já que as aplicações não garantem que a estrutura fique de pé por tanto tempo.

Por isso, é importante adquirir peças de qualidade. Assim, você assegura que tudo saia do jeito que a construção foi planejada: segura e boa para todos (população, moradores, donos e cidade).

Quer conhecer os produtos da Metalmatrix para garantir uma construção segura e de qualidade? Conheça todas as opções que temos em nosso catálogo de abraçadeiras.


Conheça

nosso canal no youtube

Clique aqui e acesse agora
{

Confira nossos

representantes

espalhados
por todo o Brasil